Show da banda Aerosmith em Curitiba é cancelado

Steven Tyler passa mal e cancela shows, a banda cancelou também os próximos shows da turnê 'Aero-Vederci Baby!' pela América do Sul

Por Redação 26/09/2017 - 14:38 hs

Uma reunião entre os produtores do show da banda Aerosmith, que começou no início da tarde desta terça-feira (26), vai definir se o concerto, programado para esta quarta-feira (27), será cancelado ou não. A hipótese surgiu na noite desta segunda-feira (25) por conta de um problema de saúde que teria acometido o baterista Joey Krames, após o show da banda em São Paulo. Surgiram também notícias de que o vocalista Steven Tyler também passou mal depois do show paulistano.

Por telefone, o produtor Lucas Giacomolli disse que o show a principio está confirmado. O concerto da banda é um dos mais esperados de uma série de shows internacionais que aconteceram em Curitiba na esteira do Rock in Rio. Em agosto, o baixista Tom Hamilton disse em entrevista que estava empolgado em voltar para Curitiba. “Toda esta viagem tem sido fantástica. No palco, a mágica está acontecendo. Faremos o melhor show”, disse à época.

Argentina

No Brasil, ainda não saíram comunicados oficiais, mas o festival argentino STGO Rock City, onde a banda se apresentaria depois do show de Curitiba anunciou, na tarde desta terça-feira, via comunicado oficial em sua página, que sim, o concerto em Rosário foi cancelado. O motivo seria o estado de saúde do vocalista Steven Tyler.

"A toda a América Latina, Brasil, Chile, Argentina e México, sinto muito por tê-los decepcionado... Não estarei disponível para terminar os últimos quatro shows dessa turnê. Voltei aos Estados Unidos por ordem médica depois do show em São Paulo por ordem médica. Não estou correndo risco de vida, mas preciso descansar e preciso de tratamento médico imediato para poder realizar minhas apresentações futuras. Prometo que voltaremos. Lamentavelmente, a saúde não espera e esse problema não pôde ser previsto. Muito amor para todos, espero estar bem logo", disse o vocalista no comunicado. 

Fonte: Gazeta do Povo