Caminhoneiro de Guaratuba assassinado na balsa

Por Redação 03/09/2017 - 20:10 hs

Celso Ferreira, morador de Guaratuba e motorista de caminhão, foi covardemente morto neste domingo (03), por um dos tripulantes da balsa que faz a travessia no rio Madeira, quando seguia com carga sentido Porto Velho, estado de Rondônia.

A confusão começou quando Celso passou na bilheteria da balsa e a mulher que atendia, cobrou o valor de uma carreta, quando deveria ter cobrado de duas. No momento em que o caminhão entrava na balsa, o marinheiro constatou o erro e orientou o caminhoneiro a voltar e pagar a diferença. Houve algum desentendimento entre o motorista e a mulher da bilheteria, provavelmente uma discussão por conta do erro da mesma. Segundo relatos das testemunhas, a embarcação fez a travessia e no momento em que estava atracando, o assassino, que trabalha na balsa e é marido da mulher da bilheteria, chegou com a mulher em outra embarcação e sem discutir, sem conversar, sem dar a menor chance de defesa, partiu pra cima de Celso, desferindo 3 facadas no peito e uma no pescoço, praticamente degolando a vítima, que morreu no local.

As testemunhas ainda contam que o motorista foi avisado de que o marido da atendente da bilheteria estava vindo, mas o mesmo respondeu despreocupado, que não havia feito nada mais do que reclamar do erro da mesma e do incômodo causado por isso. Celso era morador de Guaratuba e segundo os amigos e conhecidos, uma pessoa tranquila, avessa a confusões. Uma fatalidade para Celso e a família e uma atitude covarde do assassino.