O adeus a Fidel Castro

Por Redação 28/11/2016 - 03:22 hs

O ex-presidente e líder da revolução cubana, Fidel Castro, morreu aos 90 anos de idade, a morte foi confirmada na madrugada de hoje (26/11) por seu irmão e sucessor, Raúl Castro.

Em um anúncio na televisão, Raúl disse que era “com profunda dor” que confirmava a “morte do comandante Fidel Castro Ruz”, falecido às 22h29 de Havana do dia 25 de novembro de 2016. “Em cumprimento da expressa vontade do companheiro Fidel, seus restos mortais serão cremados”, afirmou Raúl, demonstrando emoção ao ler o breve comunicado.

Fidel Castro foi o herói histórico da esquerda moderna, o homem que mais desafiou os Estados Unidos. Mas, na opinião de líderes de centro-direita, Fidel era um ditador sanguinário e é culpado por isolar a ilha de Cuba por quase 60 anos. Conhecido como “Comandante” pelos cubanos, Fidel era personagem de várias histórias e boatos. “Ele não dorme”, “ele não esquece de nada”, “é capaz de te penetrar com o olhar e descobrir quem você é”.

Em fevereiro de 2008, Fidel renunciou oficialmente ao cargo de presidente cubano e, desde então, era o principal conselheiro do Partido Comunista e do novo governo.

Funeral

Segundo o governo de Cuba o funeral de Fidel será no dia 4 de dezembro, no cemitério Santa Efigência, na cidade de Santiago de Cuba. Foi decretado em Cuba nove dias de luto nacional pela morte do ex-presidente e líder da revolução cubana.