Ex-secretário municipal de Planejamento e Obras é preso na Operação Tangentopoli

Por Ministério Público do Paraná 24/03/2017 - 10:14 hs

Em operação conjunta da 1ª Promotoria de Justiça de Antonina (litoral do Paraná) e da Polícia Militar, que mobilizou 28 policiais, foram cumpridos na manhã desta quinta-feira, 23 de março, mandado de prisão de um ex-secretário municipal e três mandados de busca e apreensão, além de sequestro de bens que seriam objetos de lavagem de dinheiro.

A ação é resultado da Operação Tangentopoli (referência ao caso precursor da operação italiana "Mão Limpas" e que significa "cidade da propina"), que investigou, durante mais de um ano, desvio de verbas públicas ocorridas entre 2013 e 2016, durante a gestão do então secretário de Planejamento e Obras Públicas. 

A partir de quebras de sigilo fiscal e bancário do ex-secretário, foram constatados depósitos e transferências eletrônicas em sua conta pessoal, feitas por empresas que prestavam serviços ao Município de Antonina e que estavam vinculadas à própria Secretaria de Obras. A investigação apurou que o ex-secretário recebia valores desproporcionais aos seus rendimentos, que seriam "lavados" com a aquisição de bens registrados em nome de familiares.
Assessoria de Comunicação
Ministério Público do Paraná